Anoreg RS

Clipping – GAZ – Nova identidade traz mais dados, inclusive de saúde

Adotado no início do ano pelo governo federal, o novo modelo nacional de carteiras de identidade já está sendo impresso no Estado

Adotado no início do ano pelo governo federal, o novo modelo nacional de carteiras de identidade já está sendo impresso no Estado. A maior novidade para quem solicitar a CI é a possibilidade de incluir no documento uma série de novas informações, como CPF, CNH, PIS/Pasep, Cartão Nacional de Saúde, identidade profissional, título de eleitor, tipo sanguíneo, fator RH e nome social, além de condições específicas de saúde que auxiliem no pronto atendimento em caso de emergências, como diabetes, surdez e hemofilia.

Para adicioná-las, entretanto, é obrigatória a apresentação dos documentos originais ou o laudo médico que comprove a condição de saúde. Todas as informações ainda poderão ser acessadas eletronicamente, através de um QR Code impresso na parte interna do documento. Segundo o Instituto Geral de Perícias (IGP) do Rio Grande do Sul, a confecção do novo modelo não é obrigatória e não exclui o antigo. O novo é feito quando um cidadão precisa de uma nova via da CI ou se for encaminhar o documento pela primeira vez.

Não é necessário levar fotos e a primeira via é gratuita. A segunda custa R$ 68,43. Ainda assim, maiores de 65 anos ou vítimas de roubo e furto, mediante a apresentação do boletim de ocorrência, estão isentos de pagamento. A segunda via na modalidade expressa sai por R$ 88,95. Em Santa Cruz do Sul, o documento é encaminhado junto ao prédio do Sine, na Rua Marechal Floriano, 907, das 8 às 14 horas. Mais informações pelo (51) 3711 8008.

O que levar

Os documentos para confeccionar uma carteira de identidade ainda são os mesmos: certidão de nascimento original e legível ou cópia autenticada por tabelionato para os solteiros; certidão de casamento original e legível ou cópia autenticada para casados ou viúvos; certidão de casamento com a respectiva averbação original e legível ou cópia autenticada para pessoas separadas judicialmente ou divorciadas; certificado de naturalização, com portaria atualizada, original ou cópia autenticada para os naturalizados brasileiros; certidão de nascimento original trasladada no cartório para filhos de pai ou mãe brasileiros nascidos no exterior; e certidão de casamento original trasladada no cartório para brasileiros casados no exterior.

Menores de 16 anos devem estar acompanhados de uma das seguintes pessoas: mãe, pai, avô(ó), guardião(ã), tutor(a), curador(a), e estes deverão portar a sua carteira de identidade.

Fonte: GAZ