Anoreg RS

TJ/RS – Prática de magistrada de NH é selecionada para a segunda fase do Prêmio Innovare

O Projeto de Gestão, Liderança e Bem-Estar para Servidores e Magistrados idealizado pela Juíza de Direito Joseline Joseline Mirele Pinson de Vargas, Diretora do Foro da Comarca de Novo Hamburgo, foi selecionado para a segunda fase do Prêmio Innovare.

Segundo a magistrada, a iniciativa surgiu a partir da necessidade que verificou de desenvolver servidores e magistrados para o exercício de cargos de liderança e gestão, com foco no crescimento e bem-estar dos servidores. O objetivo, explica, é “alcançar um maior engajamento e motivação e, consequentemente, uma melhor prestação jurisdicional”.

“A prática consistiu em uma fase inicial de apresentação e treinamento, com uma palestra inaugural e mais cinco encontros com metodologias ativas, para trabalhar conteúdos que abrangiam temas como liderança, construção de metas e objetivos, administração de conflitos no trabalho, inteligência emocional, propósito, gestão do tempo e produtividade, sendo posteriormente realizada a fase de manutenção, com workshops e encontros mensais, para ampliar os benefícios alcançados com o treinamento, ao longo do tempo”, detalha.

Conforme a magistrada, os resultados foram positivos: “O projeto alcançou resultados significativos em relação à motivação dos servidores, ao relacionamento entre as equipes de trabalho e ao clima da Comarca”, conta.

A entrevista com o consultor do Prêmio Innovare será realizada de forma virtual no próximo dia 5/6.

Prêmio

Em sua 17ª edição, o prêmio recebeu a inscrição de 646 práticas, sendo que outras três práticas do Judiciário gaúcho também foram selecionadas para a segunda fase: a Central de Atendimento ao Público (CAP), a Central de Cumprimento Cartorário (CCC) e a Unidade Remota de Cumprimento e Apoio (URCA).

Neste ano, em função da pandemia causada pelo Coronavírus, os consultores do Innovare realizarão entrevistas virtuais para conhecimento das iniciativas.

O Prêmio tem como objetivo identificar e disseminar práticas bem sucedidas da Justiça brasileira que estejam contribuindo para sua modernização, rapidez e eficiência. Os vencedores serão conhecidos no final do ano.

Fonte: Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul