Anoreg RS

Clipping – JM Online – Apesar dos registros de divórcio terem caído, pesquisas sobre o tema no Google aumentaram

A pandemia aumentou o convívio social entre membros da mesma família que moram juntos e principalmente entre casais. O contexto é capaz de gerar maiores atritos e conflitos, apesar dos números dos cartórios do país mostrarem que as separações despencaram nos meses, as pesquisas sobre o assunto aumentaram e muito.

Os divórcios feitos extrajudicialmente, que não envolvem discussões sobre filhos nem bens e representam um quinto do total, caíram de 24 mil entre março e junho do ano passado para 16 mil no mesmo período deste ano (-32%).

Contudo, à medida que o isolamento social foi se afrouxando e os cartórios foram retomando os atendimentos, os registros voltaram a crescer, fazendo com que em junho as separações de 2020 ultrapassassem as de 2019.

O mesmo movimento acontece com os casamentos e uniões estáveis, mas ambos sofreram uma redução ainda maior com relação ao ano passado (o primeiro caiu 48% e o segundo, 39%) e continuam mais longe de atingir o nível mensal normal. Os dados incluem relacionamentos homoafetivos.

Os dados do Google são outro indicador de que pode haver um “boom” de separações em breve. Buscas relacionadas à palavra divórcio dispararam nos últimos 90 dias, em relação aos 90 dias anteriores (a empresa não divulga números absolutos). “Divórcio online gratuito” cresceu mais de 5.000% e “divórcio online”, 1.100%.

O surgimento do site e-Notariado trouxe uma desburocratização muito grande. Os atos são feitos pelos tabeliães de notas de todo o Brasil por videoconferência, e as pessoas assinam com um certificado digital, que é emitido gratuitamente.

Fonte: JM Online