Anoreg RS

Clipping – G1 – Campanha da Defensoria Pública orienta famílias sobre conflitos que envolvem reconhecimento de paternidade

Por causa da pandemia, neste ano, a campanha ‘Ação Cidadã – Sou Pai Responsável’ não promoverá exames de DNA

Uma campanha da Defensoria Pública do Estado da Bahia oferece orientação a famílias mais necessitadas em relação aos conflitos que envolvem a paternidade responsável e as relações familiares.

Por causa da pandemia, neste ano, a campanha “Ação Cidadã – Sou Pai Responsável” não promoverá exames de DNA.

A defensora pública Tatiane Ferraz explica, entretanto, que o DNA não é obrigatório para fazer o reconhecimento da paternidade.

“A gente não estará fazendo os exames, como acontece nos outros anos, mas assim que acabar a pandemia e a gente voltar ao atendimento presencial, a gente vai voltar aos exames. Mas lembrando que o exame não é essencial para fazer o reconhecimento. Então, se você tem dúvidas, pode procurar os cartórios, que estão funcionando em horário reduzidos”, salienta Tatiane.

Os interessados podem procurar a Defensoria Pública, através do telefone 129 ou através do site do órgão.

Na hora do atendimento, necessário levar RG, CPF e comprovante de residência da mãe e do suposto pai, e certidão de nascimento do(a) filho(a).

Fonte: G1