Anoreg RS

Presidente da Anoreg/RS é homenageado no XII Simpósio de Direito Imobiliário da AGADIE

O presidente da Associação dos Notários e Registradores do Estado do Rio Grande do Sul (Anoreg/RS) e titular do Registro de Imóveis da 1ª Zona de Porto Alegre (RS), João Pedro Lamana Paiva, foi a personalidade homenageada do XII Simpósio de Direito Imobiliário da Associação Gaúcha dos Advogados do Direito Imobiliário e Empresarial (AGADIE). O evento foi realizado no formato online na última sexta-feira (30.07).

Em seu discurso, Lamana Paiva cumprimentou os amigos e colegas, operadores do Direito Imobiliário, e as autoridades presentes e representadas, além dos associados da AGADIE. “Para mim, hoje é um dia muito especial. Oportunidade de podermos celebrar e comemorar XII Simpósio de Direito Imobiliário, um relacionamento que vem desde antes da criação da AGADIE”, ressaltou o homenageado do evento, que ainda apontou a essencialidade dos serviços extrajudiciais na pandemia da Covid-19.

O Simpósio contou com a participação de palestrantes de destaque no País, como o vice-presidente do Instituto Brasileiro de Direito Imobiliário (IBRADIM), Bernardo Amorim Chezzi; o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia; do pós-doutor em Direito Processual, Darci Ribeiro; do empresário e advogado especializado em Direito Imobiliário, Leandro Ibagy; e da mestra em Direito Civil, Moira De Toledo.

Entre os temas abordados durante o evento, destacam-se o condomínio de lotes e o loteamento de acesso controlado: questões polêmicas, os desafios e rumos da Advocacia no pós-pandemia, os negócios jurídicos processuais nas locações, e a Lei Geral de Proteção de Dados e os desafios do segmento imobiliário.

Ainda no decorrer do evento, o presidente da Anoreg/RS também lembrou um pouco da sua trajetória conjunta com os operadores do Direito Notarial e Registral. Ao final de seu discurso, Lamana Paiva agradeceu mais uma vez pela homenagem recebida, “a qual se traduz em verdadeira motivação para permanecer ao lado dos advogados, que são parceiros no desenvolvimento e no aprimoramento das atividades extrajudiciais, na medida em que buscam cada vez mais atender às demandas de seus clientes de forma consensual e administrativa, contribuindo, assim, para o desafogamento do Poder Judiciário, para o crescimento e ampliação da  desjudicialização ou extrajudicialização”, finalizou.

    

Fonte: Assessoria de Comunicação – Anoreg/RS