Anoreg RS

Personagens Gaúchos: a trajetória de Oly Érico da Costa Fachin

Dando sequência ao projeto “Personagens Gaúchos”, neste mês a Associação dos Notários e Registradores do Estado do Rio Grande do Sul (Anoreg/RS) traz detalhes da vida de um dos grandes nomes da atividade registral brasileira: Oly Érico da Costa Fachin.

Oly nasceu no dia 2 de setembro de 1929, às 14 horas, no município de São Sepé, no estado do Rio Grande do Sul, filho de Miguel Fachin e Diva Costa Fachin e neto de Pedro Fachin, Maria Fachin, Emiliano Antonio da Costa e Damasia Jardim da Costa. Na certidão de nascimento, mais detalhes de sua vida: casou-se na cidade de Porto Alegre/RS, no dia 15 de julho de 1952, com Zilah Krug Fachi. Sua esposa faleceu na cidade de Porto Alegre/RS, no dia 29 de dezembro de 2017.

Idealizou e fundou o Colégio Registral do RS, sendo o primeiro presidente da entidade. Depois, voltou a ser presidente nos biênios 2000/2001 e 2002/2003. Formado em Direito pela PUC/RS, em 1952, foi titular do Registro de Imóveis da 4ª Zona de Porto Alegre, também vereador em Cachoeira do Sul, de 1955 a 1958, e deputado federal, de 1983 a 1987.

Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS), em 1952, foi titular do Registro de Imóveis da 4ª Zona de Porto Alegre, atuou como vereador em Cachoeira do Sul, de 1955 a 1958, e como deputado federal, de 1983 a 1987.

Exemplar registrador, tendo dedicado sua vida à evolução da classe registral no Rio Grande do Sul, Oly idealizou e fundou o Colégio Registral do RS, sendo o primeiro presidente da entidade, retornando ao cargo nos biênios 2000/2001 e 2002/2003. Recebeu os títulos de Registrador Emérito e Decano dos Registradores de Imóveis do Rio Grande do Sul. Também presidiu a Associação dos Notários e Registradores do Estado do Rio Grande do Sul (Anoreg/RS) em 2000/2001, 2001/2003 e 2008/2009.

Dentre suas paixões está o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. Foi presidente do time em 1972 e 1973, e comandou a vice-presidência do Conselho Deliberativo em 1995, na conquista do bicampeonato da Libertadores. Em 1998, assumiu a presidência da Casa, onde permaneceu até 2004, tornando-se membro nato do Conselho gremista.

Fachin ainda atuou como presidente do Guarani Futebol Clube, de Cachoeira do Sul, foi procurador-chefe da Procuradoria Jurídica da Caixa Econômica Estadual, coordenador da Assistência Técnica e Jurídica da Comissão do Livro Técnico e do Livro Didático, do MEC. Também foi secretário municipal em Porto Alegre e, em 2015, recebeu o título de Cidadão de Porto Alegre.

Oly Érico da Costa Fachin faleceu na cidade de Porto Alegre/RS, no dia 27 de maio de 2018. O termo foi lavrado no Livro C-479, fls. 93, sob nº 167459, no Ofício de Registro Civil das Pessoas Naturais da 2ª Zona de Porto Alegre.

Quer participar?

Os cartórios interessados em participar do projeto podem compartilhar sugestões de nomes de personalidades gaúchas marcantes que estão registradas em suas serventias, enviando um e-mail para [email protected]. Com as informações iniciais, a equipe de Comunicação da Anoreg/RS retornará o contato para dar continuidade à produção da reportagem.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Anoreg/RS